Rodrigo Gutierrez, CEO da GTM, participa em publicação do APLA sobre Distribuição de Produtos Químicos

Em entrevista à publicação “Químicos e Petroquímicos da América Latina 2020” elaborada pela GBR (Global Business Report) em colaboração com o APLA (Associação Petroquímica e Química Latino-americana), Rodrigo Gutierrez, CEO do Grupo GTM, comentou sobre o cenário atual da companhia e o contexto do setor de distribuição química na América Latina.

Rodrigo destacou a atuação da GTM no mercado e comentou sobre as aquisições do Grupo nos últimos anos. “Nos últimos anos, aumentamos consideravelmente nossa atuação; hoje temos presença em 11 países na distribuição de produtos químicos industriais e especialidades. Durante anos, realizamos fusões de empresas de culturas muito diferentes de diversos lugares, definindo padrões e processos de trabalho comuns para cumprir com os mais altos regulamentos e procedimentos de segurança. Além disso, ampliamos nosso portfólio em diversos segmentos do mercado”, disse Rodrigo.

O executivo também comentou sobre as perspectivas de crescimento econômico na região da América Latina. “Com os impactos do Covid-19, o cenário da América Latina tornou-se extremamente desafiador. Porém, acreditamos que nossa maneira de operar, nossa agilidade, o relacionamento com nossos clientes e manter um diálogo constante com nossas representadas, nos permitirá crescer significativamente no resultado final”, afirma Gutierrez.

Para finalizar, Rodrigo diz que a consolidação dos negócios de distribuição química na América Latina é uma tendência, entretanto, é um processo delicado que deve considerar a volatilidade do mercado e as particularidades de cada região.

“Como eu sempre gosto de dizer, a GTM não é uma empresa global - a GTM é uma empresa latino-americana. Estamos acostumados à volatilidade e gostamos dos desafios de nossa região. Dito isto, acreditamos que estamos em uma posição única para consolidar concorrentes menores, especialmente frente ao cenário do Covid-19 que afetou o fluxo de caixa de alguns deles”, finaliza.

Para acessar a matéria na íntegra, clique aqui .